quinta-feira, 21 de abril de 2011

O Diário de Sofia...





 Era uma vez um país
Na ponta do fim do mundo
Onde o mar não tinha eco
Onde o céu não tinha fundo.
Onde longe longe longe
Mais longe que a luz do dia
Com a sua coroa de abetos
E seus anéis de silêncio
Suas sandálias de tempo
Seu tear de nostalgia
Uma princesa tecia
O seu tapete de espanto
No fio da fantasia
Do seu casulo de encanto. 
Ary dos Santos
Para a Sofia, que aos meus olhos e pelas palavras da Carolina, se tornou uma Princesa...
 

4 comentários:

CoriscaRuim disse...

Está tão delicado...e o embrulho é um autêntico mimo!

Manuela disse...

Querida Maria Mariquitas, eu já conheço be, as tuas mãos de fada, mas os teus embrulhos, estão cada vez mais lindos :)

Só sedas disse...

Tão lindo! Eu acho que me ficava com o embrulho como presente... mariquitas, a ver quando é que arranjo uma deixa para te encomendar uma das tuas agendas!

MARIA MARIQUITAS disse...

Corisca, obrigada!!! De fez em quando faço uns embrulhos diferentes..

Manuela, obrigada!!! Agora até fiquei vermelha!!!

Só Sedas, acho que o embrulho é tão importante como o conteúdo! Agora espera para Agosto que já começo com as agendas para 2012. Bem vinda!